Rosa

Se a gente não quer repetir fantasia, por que tem que repetir a cor do cabelo?

Pensando nisso, e com zero% de medo,  fui no papel crepom.  Meio adolescente, eu sei, mas no Carnaval we are forever young.

rosa4

O que eu não sei explicar é como o papel crepom azul soltou tinta roxa que, misturada no creme de cabelo ficou rosa, deixando assim o cabelo vermelho-pink-lilás (dependendo da luz e do ângulo de visão).

O cabelo ficou bom, mas fudeu minha fantasia que iria ser “Blue is the warmest color”, inspirada no filme de Abdellatif Kechiche.  São os mistérios do Carnaval, minha filha.

Aí, já que ficou rosa mesmo, misturei com papel crepom vermelho e tah-dahhhhhh: virei uma mistura de Corra Lola Corra com Marimoon em 50 tons de rosa.

Tenho fotos para provar a transformação do papel azul, aquele dissimulado, em tinta rosa:

rosa2

No fim do dia: girls just wanna have fun!

rosa3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>